quinta-feira, junho 21, 2007

Nova Espiritualidade e a Economia

"Nos dias da Nova Espiritualidade, todas as considerações económicas, comerciais e de negócio farão parte de uma Abordagem de Sistemas Integrados à criação de um estilo de vida e à criação de uma sociedade que resulta para toda a gente.

Nos dias da Nova Espiritualidade, o objectivo do negócio e do comércio será alterado.

Nos dias da Nova Espiritualidade, a riqueza não será definida como posses e poder, mas como acesso e felicidade.

Nos dias da Nova Espiritualidade, a economia será transparente.

Nos dias da Nova Espiritualidade, a economia será localizada.

Nos dias da Nova Espiritualidade, não haverá acumulação desproporcionada de riqueza e recursos, e deixará de ser permitida a existência da pobreza extrema.

Nos dias da Nova Espiritualidade, será reconhecido que todo o ser humano tem direito às coisas elementares da Vida e à capacidade de sobreviver.

Nos dias da Nova Espiritualidade, será reconhecido que os recursos naturais pertencem a todos."

1 comentário:

The Swedish Chef disse...

ola :) vim parar ao seu blog por mero acaso e gostava de lhe dizer o quanto compartilho das suas palavras.
descobri um autor português que tem uns livros editados e que atraves de estorias toca nestes temas. acho que o luis era capaz de gostar de o ler.
ele é um tal de Augusto Carlos,a Editora é a Nova Vaga.